Localização de Pessoas

Localização de pessoas

Os tipos mais comuns  de investigação para a localização de pessoas são:

– Pessoa desaparecida (familiar ou amigo)

– Namorado ou amigo virtual (a pessoa tem um perfil falso ou verdadeiro? Onde reside e trabalha?)

– Devedor de pensão alimentícia (comprovação da renda, local de trabalho e residência)

– Pai para a comprovação de paternidade.

– Golpista ou devedor

– Amor antigo

A investigação para a localização de pessoas pode ser um trabalho simples ou complexo, irá depender da quantidade inicial de informações que se tem sobre a pessoa:

– Qual o nome completo e CPF? Está desaparecida ou fugindo? Está
fugindo por qual razão?

– Desde quando está desaparecida ou fugida?

– Quando e quem foi que esteve ou viu a pessoa pela última vez?

– Quais os contatos? (número de celular/telefone, e-mail, perfis nas
redes sociais, últimos endereços residenciais e trabalho)

– Contatos de parentes próximos, colegas de trabalho e amigos.

– Documentos e dados (carteira de motorista, modelo e placa de carro,
passaporte, título eleitoral e outros)

– Informações sobre onde e como era sua vida social e suas amizades
com vizinhos.

– Histórico de doenças e medicações

– Fotos mais recentes.

A partir desse conjunto de informações o detetive particular terá condições de avaliar o grau de dificuldade da investigação, quais os serviços de pesquisa e de campo necessários, o tempo de duração e, assim, apresentar ao cliente o orçamento mais apropriado.

Oferecemos total segurança e sigilo. Entre em contato conosco e agende uma consulta.

Saiba mais como atuamos.

Localização de pessoas desaparecidas

Pessoa desaparecida

Os casos de pessoas que desaparecem repentinamente costumam ser os mais angustiantes e de maior sofrimento para familiares e amigos da pessoa desaparecida, principalmente quando é uma criança.

A primeira recomendação é AGIR RAPIDAMENTE, não perca nenhum segundo! Siga as recomendações da Associação Desparecidos do Brasil e o primeiro procedimento é:

“Assim que se perceber uma mudança de rotina, ou após tentativas de conseguir contato com a pessoa em questão e perguntar a parentes, amigos, namorados, vizinhos, etc., os familiares devem procurar o Departamento de Polícia mais próximo para formalizar o desaparecimento.
Existe um mito de que é preciso esperar 24h, 48h para comunicar o desaparecimento. Não é necessário. Ele deve ser comunicado de imediato”

Nada impede que se contrate os serviços do Detetive Particular de imediato,  antes ou logo após o registro do Boletim de Ocorrência. Quanto mais profissionais de investigação (polícia e detetive particular) estiverem envolvidos na localização da pessoa, a probabilidade de êxito se tornam maiores e podem levar menos tempo.

A investigação do Detetive Particular, não só no caso de pessoas desaparecidas, mas em qualquer tipo de investigação, poderá ser realizada em cooperação com a Polícia, conforme a lei 13.432/17:

“Art. 5º O detetive particular pode colaborar com investigação policial em curso, desde que expressamente autorizado pelo contratante. Parágrafo único. O aceite da colaboração ficará a critério do delegado de polícia, que poderá admiti-la ou rejeitá-la a qualquer tempo.”

Saiba mais como atuamos.

Envie sua mensagem para marcar uma consulta sem compromisso ou para tirar suas dúvidas.

FACEBOOK
WhatsApp Contato por Whatsapp